A maternidade como conto de fadas

09 de jun de 2017

A maternidade sempre foi como um conto de fadas para mim. Eu teria filhos lindos, saudáveis (e isso eu tenho mesmo!) e tudo seria sempre maravilhoso. Nunca tinha parado para pensar que poderia também ter dificuldades.

Ser mãe era algo que nem sei dizer se eu queria ou se tanto ouvi dizerem que “toda mulher nasceu para ser mãe”acabei pegando para mim. Eu não me preparei emocionalmente para ser mãe. Não pensei sobre como seria antes de ser.

E por que agora eu falo sobre isso? Porque essa romantização da maternidade, do conto de fadas, da perfeição, caiu por terra no minuto seguinte ao nascimento do Vítor. Eu fiquei desesperada, gente!

Como podia ser tão diferente de tudo? Como podia ser tão difícil? Dizem que as coisas não tem graça se forem fáceis demais, mas precisava ser tão difícil?

Depois desse choque com a realidade é fui me dando conta de como era ser mãe e de como minha vida nunca mais seria a mesma dali em diante.

Que nada era como o conto de fadas e nem deveria ser, já que aqui é a vida real que acontece. Descobri que os filhos nos trazem um cansaço nunca antes sentido, que a gente precisa aprender a ser mais de uma ao mesmo tempo, que nosso coração passa a bater em outro corpo e nunca mais seremos como antes. A vida tinha tomado outro rumo, outra cor. E agora? Foi preciso uma adaptação muito rápida para que eu entendesse que “é isso aí, não tem como voltar atrás, nem trocar, muito menos mudar de ideia”.

O bom é que depois desse susto, a gente começa também a ver as coisas boas de sermos mães. Os beijos babados que são os melhores do mundo, o cheiro dos nosso filhos que dá vontade de colocar em um potinho pra carregar pela vida, as primeiras palavras, a primeira vez que andou. Tudo, absolutamente tudo, é uma nova descoberta.

Hoje, com as crianças um pouco maiores, 3 e 5 anos, me vem a lembrança do começo turbulento, dos inquietações e medos. Ficaram para traz! Sei que novos desafios virão, mas encarar a maternidade como ela realmente é e não como me disseram que era, fez minha vida ficar mais leve e a minha felicidade aparecer com frequência.

Seja você, seja a melhor mãe que você possa ser e principalmente, seja feliz!!

Grande beijo,