1 ano e 3 meses

04 de fev de 2013

Não tenho falado muito sobre o desenvolvimetno do Vítor, né? Me cobrem e peguem no meu pé quando eu deixar passar muito tempo. A verdade é que tem acontecido tantas coisas – mudança de cidade, viagens, coisas para organizar – que eu não tinha me dado conta do tanto que meu menino se desenvolveu.

Observando ele ontem, fiquei espantada com seu crescimento físico e emocional.

Definitivamente ele não é mais um bebê, já é um menininho e está no auge do desenvolvimento!!

– 10,300kg e 78cm.

– Linguagem: agora ele se expressa bem melhor, fazendo com que a gente entenda o que ele quer dizer. Já aprendeu muitas palavras como: água, titia, nenê, tetê, mãmã, papa, papá (de comida), auau, vovó, vovô, uta (abraço), Didi (nosso cachorro), popó(precisa explicações? hehe), tatá (Patati Patatá), pepeta, tau (tchau), nana(banana), naná(dormir), entre outras. Quando ele não sabe dizer o que quer, eu pergunto “quer tal coisa?” e aponto, geralmente ele responde “qué, qué”. Sempre falo o nome do que ele está apontando e às vezes, mesmo entendendo eu falo “Não entendo Vítor, o que você quer?” e aí ele acaba balbuciando alguma coisa. Isso porque é preciso que incentivemos a aquisição da linguagem. Se tudo que as crianças apontarem a gente for e pegar/fazer para que elas aprenderão a falar?

– Comportamento: está suuuper curioso com tudo! Quer sempre subir nas coisas, abrir caixas, olhar por cima para ver o que tem. Aprendeu a subir e a descer de sofás, camas e escadas. Eu o ensinei para que não acontecesse acidentes, como já ocorreu, que ele não sabia descer os degraus, foi tentar descer de frente e deu de cara com o chão. Claro que não eu não deixo ele subir e descer de tudo  – principalmente as escadas – o tempo todo, mas quando ele sobe, já sabe como fazer para descer sem se machucar. Apesar de toda curiosidade, aprendeu que tem certas coisas que não podem ser mexidas e muitas vezes ele já mexe o dedinho indicando que sabe que, por exemplo, nos cristais da vovó não pode mexer. Está andando e correndo por tudo! Ainda não fica 100% firme, cai muitas vezes e anda um pouco como se estivesse bêbado.

– Alimentação: está bem seletivo e quer escolher o que come. Não tem comido muito no almoço e janta. Acredito que é porque prefere frutas do que coisas salgadas. Coloca a comida na boca e diversas vezes tira, olha, analisa e depois volta a comer. O que eu tenho feito para que ele coma melhor é deixá-lo solto e ir dando aos poucos. Nunca achei essa a forma correta de almoçar, mas é como tem funcionado. Devagar vou voltando ele pro cadeirão. Muitas vezes ele não quer a comida dele, mas pede a do nosso prato, que é exatamente igual, então tenho feito um prato pra mim, que na verdade é pra ele e depois eu almoço. Toma leite muito bem e ama as frutas, principalmente banana. Qualquer hora que oferecemos ou se ele vê que tem na fruteira pede para comer. Em casa não é muito de beber sucos, mas quando vamos a algum lugar que tem, peço e ele toma tudo. Gosto de pedir sucos de frutas mais doces, porque não tenho o costume de adoçar.

– Sono: dorme, finalmente, a noite inteira. Briga um pouco na hora de dormir, mas por volta das 22h pega no sono e acorda umas 8h do dia seguinte. Durante o dia tira 2 sonecas, uma lá pelas 11h e dura, em média 1h e meia. Dorme novamente a tarde, umas 15h e geralmente dorme um pouco mais, umas 2h. Isso não interfere no nosso da noite e ele fica mais bem disposto para brincar e sair. Quando não dorme nos horários que está acostumado, fica irritado e aí sim desrregula todo o sono.

– Dentição: está com 7 dentes e mais uns 5 nascendo. Por conta disso tem ficado bem manhoso, mas nada que um carinho não resolva. Adora escovar os dentes, mas tenho a impressão que ele sente dor para escovar os de cima, pois chora e não deixa. Os debaixo escovo numa boa e quer sempre escovar um pouco sozinho no final. Na verdade, por ele, passaria o dia com a escova na boca, mas eu explico que já terminou a hora da escovação e pego a escova de volta. Ele chora, reclama, mas logo arruma outra coisa para fazer.

– Fofurices: É super carinhoso, dá beijos e utas(abraços) sempre que alguém pede. Fica todo feliz e risonho quando eu pergunto “quem é o amor da mamãe?” e aponta para si. Quando se olha no espelho e alguém pergunta “quem é?” ele responde “é nenê”. De manhã joga a chupeta no berço e da tchau pra ela “tau pepeta, taaaaau”. Mexe com todo mundo na rua, dando tchau, mandando beijos e sorrindo, sorrindo muito. Adora brincar de esconder, qualquer coisa que ele encontra para tampar o rosto já fala “dêêêêê!!”. Adora quando alguém espirra e fica tentando imitar. Aprendeu a falar “aiai” quando se machuca e agora tudo é “aiai”, o tempo todo. Quando machuca alguém (ele tem mania de puxar os cabelos e morder, principalmente quando fica frustrado com alguma coisa), eu sempre falo “faz carinho e pede desculpas!”, ele faz carinho, dá beijo, mas ainda não sabe falar “desculpa”.

Bom, acho que é isso! Cada dia uma novidade por aqui e estou adorando essa fase que ele está. Super se comunicando, interagindo e sendo o filho mais fofo de todos!! hehehe

Desculpem pelo texto enorme, mas fui lembrando das coisas e querendo registrar tudo!

Beijos,