10 coisas que você deve fazer ao descobrir a gravidez

10 de mar de 2015

Quando a gente descobre que está grávida, mil coisas passam por nossa cabeça. Lembro que quando vi o resultado positivo na tela do computador da gestação do Vítor (acho que a primeira sempre gera ainda mais dúvidas!), fiquei muito nervosa! Não sabia se chorava ou se ria, se contava logo pro marido ou fazia supresa e principalmente: não tinha a menor ideia do que deveria fazer a partir de então.

Qual seria a coisa mais importante? O que eu teria que fazer? Por onde começar? Nossa tendência é querer ligar pra todo mundo contando a notícia e já começar a olhar coisas para bebês, mas além disso, tem coisas bem importantes que devemos pensar.

Separei essa lista de para você que acabou de descobrir que terá um bebê e não sabe por onde começar a organizar as coisas!!

gravida

10 coisas que você deve fazer ao descobrir a gravidez

  1. Procure um médico: mais do que simplesmente marcar a consulta, você precisa começar a pesquisar por um médico que realmente vai te atender conforme suas necessidades. Um médico que priorize sua saúde e a do bebê (acredite, muitos priorizam suas agendas e seus “bolsos”). Pergunte para as pessoas próximas indicações, pesquise em grupos e onde mais puder.
  2. Se informe: você terá nove meses para aprender tudo que puder sobre partos. Eu não fiz isso na gestação do Vítor e me arrependo demais. Para você poder escolher o que será melhor pra você e seu bebê, é preciso ter informação. Não caia nesse de ouvir histórias mirabolantes sobre tudo sem saber o que realmente é verídico!
  3. Comece a tomar as vitaminas indicadas pelo médico: é importante que as gestantes tomem algumas vitaminas (isso vai depender de cada uma!) para que não tenha risco de faltar nada pro bebê, principalmente no primeiro trimestre que é a fase mais importante de desenvolvimento!
  4. Pesquise quais produtos de bebê você vai mesmo usar: antes de sair comprando tudo, veja com outras mães o que realmente é necessário para que você não gaste dinheiro à toa ou ocupe lugar com o que não precisa. Se você não sabe por onde começar, clique aqui e imprima uma lista bem completa.
  5. Bata uma foto: você vai adorar ter a recordação de quando descobriu a gestação! Fotografe você de corpo inteiro e guarde para sempre como estava seu corpo e principalmente a expressão do seu rosto!
  6. Conte só para quem realmente importa no começo: antes de fazer os exames para ver se está tudo direitinho com a gestação, se o bebê “vingou” mesmo, conte apenas para quem não dá para esconder. Sei que a ansiedade fica a mil, mas se algo sair fora do previsto, vai ser muito pior ter que contar para todos do ocorrido.
  7. Tire um tempo para você: aproveite para curtir muito os momentos só com você e fazer o que mais gosta, pois depois que o bebê nascer, por um período, seu tempo será só dele!
  8. Faça uma lista: anote tudo que você vai querer fazer durante a gestação, o que vai comprar, como vai querer que seja quando entrar em trabalho de parto e tudo mais. No começo da gestação você não terá tão claro tudo isso, mas conforme as ideias forem surgindo, vá anotando, não deixe para última hora!
  9. Tenha uma alimentação mais saudável: comer de forma saudável não faz mal à ninguém, pelo contrário, então aproveite que agora tem um bebê que recebe tudo que você come e cuida da sua alimentação. Corte coisas que não façam bem à saúde e seja o mais saudável que puder!
  10. Comece a praticar alguma atividade física: claro que é preciso que seu médico tenha liberado e que seja acompanhado por um especialista, mas é importante que você não fique parada, pois atividade física contribuirá para uma gestação saudável e um parto mais tranquilo!

Curta muito sua gestação!!! Curta sua barriga crescendo, aproveite cada nova descoberta! Esta foi, sem dúvidas, a fase mais incrível da minha vida e com certeza eu queria ter aproveitado mais! Depois que os filhos nascem, nós teremos o resto da vida (amém!) para ficarmos com eles, então tente controlar a ansiedade e relaxe!

Se você está muito ansiosa, leia isso:

Ansiedade na gravidez

Ansiedade na gestação: diagnóstico e tratamento

Beijos,