11 coisas que toda mãe deve fazer

10 de jul de 2014

O dia a dia passa tão depressa que geralmente deixamos passar algumas coisas que não poderiam. Eu mesma faço demais isso e aí resolvi escrever este post pra gente não esquecer do que é importante na vida!

11 coisas que toda mãe deve fazer

  1. Cuidar de si mesma. Quando nos sentimos bem com nós mesmas, o bom humor ajuda a superar as adversidades do dia. É tão mais difícil estar cansada, cheia de coisa pra fazer e ainda não gostar do que vê no espelho, né? Então temos que nos cuidar, para cuidar melhor dos nossos filhos.
  2. Prestar atenção nos momentos. Sei que na maior parte do dia estamos cansadas. Eu mesma estava vivendo em função de chegar lgoo de noite, os pequenos dormirem e eu ter um tempinho pra mim. Mas não dá gente, não da para viver assim. Vamos deixar de lado o cansaço e perceber cada evolução de nossos filhos. Logo eles crescerão e teremos tempo demais para descansar (e morrer de saudades dessa época!).
  3. Não ter preguiça de educar. Quantas vezes já me vi querendo fazer o que é mais fácil ao invés do que é o melhor pros meus filhos? Não sei vocês, mas por aqui, percebo que é muito mais fácil deixar pra dar bronca depois, ceder as vontades e fingir que não vi alguma coisa do que “bater de frente” e mostrar o que é certo. Mas se não fizermos isso por eles, com amor, quem fará? Ninguém! E aprender com a dor é uma das piores coisas da vida, né?
  4. Melhorar a alimentação. Não só por nossos filhos, mas por nós também. Eu já melhorei muito depois que o Vítor nasceu, mas ainda sou viciada em doces e estou sempre comendo escondida deles. Ok, ele não vê e quase não consome doces, mas eu continuo consumindo e fazendo mal pra mim mesma. Aquela história de “faça o que eu digo, não faça o que eu faço” não funciona com a educação, eles aprendem pelos exemplos e não pelas palavras.
  5. Rir mais. De si mesma e das situações. Procure programas divertidos, pessoas engraçadas. Bora rir do que geralmente nos faria estressar. Tem coisas na vida que não tem e ficar irritada só nos prejudica e prejudica quem está a nossa volta. Vi esses dias na internet e adorei “menos mimimi e mais hahaha”.
  6. Ter tempo para cada um de seus filhos. Essa é difícil, eu sei (como sei!), mas com organização do tempo conseguimos um tempinho separado para cada um dos pequenos. Isso é muito importante para nós, mas principalmente para eles. A alegria do Vítor quando eu sento com ele no chão, sem a Mariah é impressionante. Tenho a sensação de que ele se sente completo naquele momento. Mesmo não conseguindo ficar por muito tempo, o pouco que eu fico já nos aproxima muito e também passa para ele que apesar de ter a Mariah, eu continuo me preocupando e dando atenção para ele.
  7. Parar de competir com as outras mães. Por que temos essa péssima mania de querermos mostrar que somos melhores que os outros? Temos sempre que tentar sermos melhor do que nós mesmo e não ficar com a bobeira de querer mostrar que nossos filhos, por algum motivo são melhores que os outros. Não, não são. Nós também não somos.
  8. Aparecer nas fotos. Quando nasce uma mãe, nasce uma fotógrafa, mas a gente sempre esquece de participar delas e acaba que temos fotos de todo mundo, menos de nós. Vamos sempre lembrar de bater fotos juntos, nem que precise para alguém fotografar. Assim teremos recordações lindas nossa com nossos filhos.
  9. Fazer alguma coisa com essas fotos. Quem aí tem milhões de fotos no computador, mas quase não tem tempo de olhá-las e escolher algumas para mandar revelar?? Aqui em casa é assim! Porta retratos e quadros vazios e o computador cheio de fotos que ninguém vê! Não dá, né?
  10. Se estressar menos. Tapete sujou de suco, sofá manchou de canetinha, parede riscou de lápis de cor. Tudo isso que toda casa com criança tem. Tudo bem, não é para deixar as crianças “tocarem o terror” e fazerem a casa ficar de pernas pro ar, mas de vez em quando essas coisas irão acontecer e não vai adiantar você se estressar com isso. Ensinar que não pode é uma coisa, passar o resto do tempo chateado com aquilo é outra.
  11. Curtir mais o fato de ser mãe. Às vezes me pego invejando as mulheres que não são mães. Como elas tem liberdade! Como elas fazem o que querem! Como elas dormem! Como elas passeiam! Como… como elas conseguem ser felizes sem ter filhos? Não podemos esquecer o quanto somos abençoadas só por sermos mães!!

E vocês, o que acham que toda mãe deve fazer?

Beijos,