7 coisas que toda mãe solteira deve fazer

18 de ago de 2015

Eu tenho recebido diversos pedidos para escrever sobre as mães que por algum motivo estão criando seus filhos sozinhas. Não importa porque isso aconteceu, o importante é tocar para frente e saber lidar da melhor forma possível com a situação.

Muitas me pedem ajuda sobre se devem falar com os filhos a respeito, como superar a separação e coisas do tipo. Eu não passei por isso, então quis fazer essa lista com algumas dicas para as mães solteiras conseguirem passar com mais tranquilidade por esta fase.

7 coisas que toda mãe solteira deve fazer

  1.  Procure suporte e ajuda, seja com a família, amigos ou até mesmo de um psicólogo. Evite se vitimizar, pois isso acabará te deixando mais para baixo. Lembre-se que as coisas acontecem sempre com um propósito e que elas sempre tendem a melhorar. Seja lá o que aconteceu, vai passar.
  2. Seja positiva! Só assim você conseguirá tomar controle da situação e terá a chance de dar a volta por cima. Quando pensamos que tudo dará certo, por mais difícil que seja, as coisas começam a se ajeitar.
  3. Priorize seus filhos. Mesmo não sendo fácil estar sozinha nesta jornada e a carga sendo muito pesada, não se esqueça que as crianças não tem culpa disso e precisam de uma mãe atenta e preocupada com eles.
  4. Faça as pazes com o pai dos seus filhos! Pode parecer loucura, mas a verdade é que desta forma seus filhos sofrerão muito menos o impacto de não conviverem todos os dias com os pais. Não tente jogá-los contra o pai falando mal dele, pois, além de ser crime (alienação parental), trará um prejuízo psicológico enorme para as crianças. Mesmo que o pai deles seja a pior pessoa do mundo, deixe que eles descubram isso sozinhos, com o tempo. Eles não precisam escolher de qual lado ficar, afinal, ambos são seus pais.
  5. Converse com seus filhos a respeito! Desde pequenos, mesmo quando parecer que seus filhos não entenderão, explique que o pai não mora mais junto e como ficará a relação deles (o pai virá no final de semana, sairá quantas vezes por mês, etc.). Ouça o que eles tem a dizer sobre o assunto e permita com que eles falem abertamente o que sentem e pensam sobre isso.
  6. Tente se tranquilizar! Não dizem que o que não tem remédio, remediado está? Então, agora é hora de tocar a bola para frente, pensar em como ficará sua vida e tentar evitar estresses desnecessários. Mesmo que muitas vezes a vontade seja grande, não faça nada  conversar com o ex marido de forma a que todo o processo seja tranquilo para as crianças de forma a evitar o stress das mesmas, desenvolver rotinas.
  7. Tenha um tempo para você! Sei que pode parecer impossível, mas definir um tempo para fazer as coisas que gosta é muito importante!!Tente distribuir algumas tarefas às crianças, assim irá fazer com que ganhe mais tempo e dará mais responsabilidade e independência à elas.

Quem aí é pai e mãe ao mesmo tempo, cria os filhos sozinha, me contem um pouco como é a rotina de vocês!!

Beijos,