A melhor forma de ensinar seu filho a dormir

08 de abr de 2013

Vítor finalmente dorme a noite inteira! No começo, a gente fica até com medo de anunciar isso, acho que com um pouco de medo deles voltarem a acordar, mas agora o sono noturno já virou rotina.

Claro que tem dias que ele ainda acorda, mas rapidinho volta a dormir. É só eu fazer cafuné e pronto, nem preciso pegá-lo no colo!

Ele também aprendeu a dormir sozinho, mas funciona melhor durante o dia do que a noite. Na soneca diurna, ele almoça, escova os dentes e vai pro berço, acordadão. Escuto ele cantar, conversar com os bichinhos e dorme. Sem estress, sem choro, sem drama. A noite ele pede um pouco de colo, mas vai pro berço ainda acordado.

E ele também não aprendeu isso na marra, sofrendo ou chorando. Eu já escrevi aqui que uma vez, quando ele era pequeno, tentei deixá-lo chorando até dormir. Ele tinha, sei lá, uns 2 meses e eu quase morri de aflição. Foram 10 intermináveis minutos e nunca mais. Naquela época eu tinha medo – e pouca informação – de deixá-lo mal acostumado com meu colo, pura bobagem.

Prometi pra mim mesma que ele não aprenderia a dormir daquela forma,  meu coração dizia que aquilo não era o certo. Então sempre que ele me pediu colo, eu dei. Sempre que ele chorou de madrugada eu levantei para pegá-lo. No começo eu saia correndo, assim que ouvia o choro. Depois aprendi que, às vezes, ele estava choramingando dormindo e esperava para ter certeza antes de pegá-lo no colo.

Não vou dizer que foi fácil, que eu adorava passar horas, de madrugada, em claro, mas foi, com certeza, a melhor coisa que eu fiz. Ele não ficou mimado só porque eu dei colo – e ainda dou – quando ele me pediu. O nome disso é segurança. A certeza de saber que eu estarei lá quando ele precisar de mim. Ele vai crescer rápido demais para deixá-lo chorando.

E foi assim, entre um colo e outro, que ele se acostumou a ir pro berço, receber meu beijo e dormir sozinho, sem o medo de ter sido abandonado. Sem eu precisar me torturar ouvindo o choro dele. Foi no momento em que ele estava maduro para isso, foi na hora dele e não na hora que eu forcei acontecer.

Tem um post aqui super interessante que fala um pouco sobre porque deixar chorando no berço funciona e o que acarreta para o bebê, vale a pena ler.

Claro que cada criança é uma, mas deixar chorando nunca deve ser uma opção. Ser mãe é cansativo mesmo, mas sempre vale a pena!

Beijos,