A segurança que só os pais passam

16 de jul de 2015

Vocês conseguem imaginar lugar mais seguro na vida sem ser com nossos pais? Não sei porque, mas eu sempre tive a sensação de que este lugar não exista. Mesmo eu tendo saído de casa para estudar aos 18 anos, nenhum lugar no mundo me faz sentir mais segura do que quando estou com meus pais.

Eu nunca tinha parado para pensar sobre isso, até mudarmos para esta casa e eu estar sempre com “pé atrás” com a segurança. Quando eles vieram nos visitar, me senti tão segura que não queria mais que fossem embora.

Pensando racionalmente, qual diferença faria para um bandido entrar aqui ou não pelo fato dos meus pais estarem em casa? Nenhuma, né? Mas não sei porque que eu sentia como se agora não precisasse mais me preocupar, pois estávamos em segurança!

Isso me fez refletir do que eu significo para meus filhos. Acredito que, assim como eu com relação aos meus pais, eles também devem se sentir muito seguros ao meu lado. E não quero quebrar isso. Quero que saibam que eu os protegerei o quanto puder e farei o que for preciso para deixá-los seguros.

Como fica uma criança que não encontra esta segurança em casa? Como aprenderá a confiar em alguém? Como saberá para onde “correr” quando precisar do conforto que só um lar pode oferecer?

É muito importante que a gente ofereça aos nossos filhos os alicerces da confiança, que eles saibam que, aconteça o que acontecer, estaremos aqui para apoiá-los e protegê-los. Claro que é preciso ter o cuidado de não tentarmos colocá-los em uma bolha, livre de todos os males da vida, pois isso é impossível, mas precisamos sim passar confiança.

Adultos confiantes são crianças que aprenderam a se sentir seguras, primeiro em casa e depois em si mesmas.

Beijos,