Babá ou escola?

14 de dez de 2012

Essa dúvida sempre chega às mães um dia. Pode ser mais cedo, mais tarde, mas em algum momento ela bate.

As duas escolhas têm seus prós e contras. Na escola, a criança vai aprender a se socializar, em casa a mãe tem mais controle do que acontece. Na escola, a criança começará a fazer amigos, terá que aprender sobre disciplina e regras. Com a babá, a criança ficará em seu ambiente de segurança, a mãe também acaba ficando mais segura…

Enfim, como escolher?

Quando o cansaço bateu por aqui, resolvi que era hora de procurar ajuda. Deixei de lado o que mais me segurava: a economia. E percebi que não seria um dinheiro jogado fora. Notei que meu cansaço estava atrapalhando minha relação com o Vítor, pois parecia que eu estava com ele mais por obrigação do que qualquer outra coisa.

Comecei então a procurar alguém para me ajudar e por indicação conheci uma moça muito bacana. Logo no primeiro dia gostei do jeito dela e o Vítor, para minha total surpresa, foi pro seu colo na hora!

Como eu trabalho com a internet (o blog cresceu junto com o Vítor!), montei um escritório em casa e por isso foi bem tranquila a transição de deixá-lo com a babá. Eles passam a tarde (de manhã ele fica comigo) brincando na sala e eu posso ouvir tudo que acontece por lá.

Para quem trabalha fora, acredito que seja um pouco mais complicado a parte da confiança, de ter certeza de que a pessoa está cuidando bem do seu filho, né? Eu ainda não tenho coragem de deixá-lo sozinho com ela. Por isso, apesar de ter a tarde toda pra mim, me dedico apenas ao blog. Conheço algumas pessoas que colocaram câmeras espalhadas pela casa para ter certeza que não haverá problemas. O que vocês acham disso?

Bom, o que posso dizer é que por enquanto decidi pela babá, porque penso em pôr o Vítor na escola quando ele tiver 2 anos. Também porque assim eu continuo pertinho dele. Nos dias que não tenho muito trabalho, posso levá-lo para passear e curtir ser mãe. Afinal, ser mãe não deve ser um peso e sim uma alegria em nossas vidas, né?

Como tem sido com vocês?

Beijos,