Câncer de mama e amamentação

27 de out de 2014

Quando minha amiga Samanta disse que precisava me contar uma coisa, na hora pensei que ela estava grávida de novo. Não posso negar meu choque quando ela me disse “estou com câncer de mama, mas estou bem e vai dar tudo certo!”. Demorei uns minutos pra ver que não era brincadeira e retomar do susto. Logo em seguida ela me pediu se poderia contar sua história aqui no blog. Topei na hora. Quero muito que sua história seja um alerta e uma inspiração para todas as mulheres que passam por aqui!

Meu nome é Samanta Mathia tenho apenas 30 anos, casada com Rouver , mãe do Luiz Gustavo de apenas 10 meses. Sou apaixonada loucamente na minha família. Infelizmente, tive que voltar a trabalhar por opção devido ser muito ativa, quando o Luiz Gustavo estava com apenas 5 meses. Ele fica com pessoa maravilhosa na minha casa, cuida igual eu gosto e continuei amamentando ele normalmente. Mas hoje não vim só falar da minha vida de mãe, vim divulgar um assunto do Mês de Outubro que mais ou menos 5 anos vem sendo “comemorado”  OUTUBRO ROSA.

Antes de engravidar fiz todos exames como de costume, ultra-som de mama, Papa Nicolau, sangue e outros. Com isso, estava pronta para ser Mãe. Engravidei em menos de 3 meses, após parar com anticoncepcional e o uso da camisinha para preparar o útero para receber nosso esperado bebe. Minha gravidez foi perfeita, não tinha nenhum sintoma a não ser os DESEJOS LOUCOS, amei ficar grávida, amava minha barriga, cada segundo que passava eu era mais feliz com o presente que Deus nos deu para nossa família. Ganhei o Luiz Gustavo no dia 2 de Dezembro, de cesárea por minha opção.

Nasceu com muita saúde, cheio de família, parentes e amigos para paparicar o esperado Luiz Gustavo. Na amamentação tive um pouco de dificuldade e me culpava muito por não saber lidar com da maneira que eu queria cuida dele. Quando passou 15 dias senti uma dor forte em baixo das axilas que irradiava para a mama direita, senti um nódulo, com isso como tinha menos de 1 ano feito exame, resolvi esperar para efetuar outro ultra som no mesmo mês. Quando foi Março/2014 fiz outro ultra som, segundo o médico eu teria que fazer a biopsia para saber se era maligno ou benigno, mas como meu filho tinha apenas 3 meses eu não queria e não estava me sentindo bem em ter que parar de amamentá-lo.

Procurei outros médicos, exceto mastologista, uns falaram que era leite, e pediram para eu fazer outro exame em Agosto/2014, mas como senti outro nódulo na axila direita em Junho/2014, resolvi procurar o mastologista para verificar o que era realmente.  Neste tempo, tive que parar de amamentar, ele estava com 7 meses e 3 semanas. Conversei muito com ele, explicando que mamãe faria um exame e que neste exame a mamãe não poderia dar o leite materno. Parece mentira meninas, ele jamais chorou e ficou me pedindo peito. É UM AMOR SEM EXPLICAÇÃO.

Neste meio tempo estava esperando para fazer a  biopsia feita em Julho/2014 e no dia seguinte recebi o resultado do CÂNCER DE MAMA, foi um choque, meu chão sumiu, pensava no meu filho, se eu iria poder ter outro filho(a), no meu esposo se ele continuaria comigo nessa luta , na minha mãe e toda minha família. Questionava a Deus o PORQUE, foi quando minha madrinha, que perdeu um filho falou para mim: “não faça isso, questione a DEUS PARA QUE ESTOU PASSANDO, porque tenho certeza que sem raiva você vai ser curada, igual eu superei a perda de um filho”. A partir daquele momento, que a semana foi passando e acabei arranjando forças para “ajudar” meu filho, meu esposo, minha mãe, meu pai, minha família e outras pessoas que estavam com o mesmo problema.

Resolvi encarar de frente a situação, foi muito rápido tudo, do diagnostico ate a 1° quimeoterapia, com isso cabelo caiu, meu filho ria comigo da situação, a força veio dele em pensar que tudo para ele estava sendo festa, passei a fazer o mesmo com a minha família e mãe, porque mãe sofre o dobro da gente que esta passando por essa situação.

Quando tomo quimeo passo mal, chego a tomar soro ficar chorando, mas depois de 4 dias meu mundo vira alegria e esquece que estou com essa enfermidade que não gosto muito desse nome, porque Deus e nossa Senhora já me CUROU.

Escrevo meninas para todas a mulheres, mães com filho e sem filhos, tentantes em engravidar para fazer o auto exame, tentar conhecer seu corpo para o que o diagnostico seja precoce e se sentir na amamentação igual meu caso, não se culpem, façam os exames, procurem mastologista, médicos de sua confiança, pois  tem médicos que falam que dá para voltar a amamentar após a biopsia caso seja benigno, hoje existem fórmulas de leite para ajudar GUERREIRAS CONTRA O CÂNCER DE MAMA, a sustentar seus filhos mais saudáveis.

Contem comigo!

samanta

Obrigada Sá, por contar sua história aqui e mais pra frente quero seu relato de novo contando a superação dessa fase da sua vida!

O auto-exame é muito importante, todas nós devemos fazer mensalmente para que possa ser detectado o quanto antes!!

auto-exame

Beijos,