Carta à minha mãe

16 de set de 2015

Mãe,

Mesmo nos falando todos os dias, parece que sempre fica algo para traz, que eu sempre quero dizer mais, mas acabo deixando para depois. Acho que eu não digo sempre o quanto você é importante para mim. Eu precisei me tornar mãe também para entender muitas coisas e aquela frase que você dizia “você vai ver quando for mãe” e que eu achava loucura, hoje faz total sentido.

Hoje é seu aniversário e mesmo eu não sabendo quantos anos você faz, porque você nunca gostou de me dizer, quero que você saiba que eu nunca me importei se você era uma mãe mais velha do que as outras ou não. Na verdade eu nunca nem pensei nisso!

O que importa a idade? O que importa é o amor e dedicação e isso você sempre teve de sobra. Deixou de trabalhar para cuidar de mim e sempre fez tudo de melhor! Como você conseguiu ficar me levando para cima e para baixo em cursos, atividades e aulas sem reclamar? Devia ser muito cansativo – e chato – para você!

Às vezes me vejo fazendo algumas coisas com meus filhos exatamente igual como você fazia comigo e percebo o quanto somos parecidas. E mesmo no que não somos, eu tento ser, pois quero ser para meus filhos um pouco do que você é para mim.

Obrigada por confiar em mim em todos os momentos, até mesmo quando minhas escolhas pareciam loucuras. Obrigada por sempre estar presente na minha vida, mesmo eu morando longe há mais de 10 anos (nossa, como o tempo passa depressa!)!! Por ser a inspiração para minha vida de mãe e por se preocupar comigo e com as crianças mais do que com você mesma. Obrigada por me dar seu amor, seu colo e suas roupas (hehehe)! Tenho muito orgulho em ser sua filha!

Parabéns pelo seu aniversário e que venham muitos outros, pois, além de mim, tem duas criancinhas aqui que querem conviver por muito tempo com a vovó Lu! Logo estaremos aí para te dar os beijos e abraços que você merece pelo dia de hoje!

Te amamos muito!

mah e mae

Beijos,