Como o pai pode ajudar na hora do parto

25 de set de 2015

A participação do pai do bebê durante o trabalho de parto e parto é muito importante. Isso porque a gestante está no momento mais sensível e intenso de sua vida e ter o apoio de quem também terá um filho naquele momento é imprescindível!

Muitos pais não sabem o que fazer e se sentem bem perdidos e com medo. Eles criam uma expectativa que muitas vezes não é real e não falam o que pensam antes, o pode dificultar quando tudo estiver acontecendo.

Então pais, este post é para vocês!

Como o pai pode ajudar na hora do parto

Antes do parto:

  1. Se informe sobre tudo que pode acontecer: ter informação é fundamental para manter a calma no dia, pois se você sabe que aquilo que está acontecendo é normal, não terá motivos para preocupação. Com informação você também perderá o medo de várias coisas, inclusive descobrirá que muitos deles são só mitos. No dia você poderá responder pela gestante caso o médico queira fazer algum procedimento, pois ela, mesmo com informações não terá condições de dizer nada.
  2. Faça um plano de parto junto com a gestante: é muito importante que você saiba como a gestante vai querer que as coisas aconteçam no dia. Mesmo que nem tudo seja possível, se você souber como ela gostaria, ficará mais fácil de pedir que a equipe faça daquela forma.
  3. Participe: vá nas consultas, exames e grupos junto com ela, pois assim ficará mais familiarizado com tudo e também poderá conhecer relatos de outros pais que passaram pelo que, em breve, vocês passarão.
  4. Tire suas dúvidas: não deixe que só a gestante pergunte nas consultas, faça você também as perguntas que gostaria de saber para que assim você não tenha dúvidas no dia do parto.

Na hora do parto:

  1. Esteja presente: fique com a gestante o tempo todo que for possível e não se preocupe em querer saber o que ela está sentindo o tempo todo. Ficar em silêncio, muitas vezes, é a melhor opção. Se ela precisar de algo falará. Mostre que você está junto com abraços, massagem e beijos.
  2. Desligue o o celular: não tem nada pior do que você estar em trabalho de parto e ter um telefone tocando o tempo todo. Então, deixe o celular para lá e viva este momento junto com a grávida.
  3. Não queira resolver tudo: muitos pais ficam angustiados achando que a mulher está sofrendo muito e querem fazer de tudo para que a dor passe ou que ela fique mais confortável. Nem sempre dor é sinal de sofrimento, então se ponha a disposição para ajudar no que precisar, mas não fique demonstrando preocpuação com isso a toda hora.
  4. Tenha calma: não adianta ficar nervoso, pois isso só deixará a gestante mais nervosa também Agora é hora de você usar o que aprendeu sobre o trabalho de parto, parto e formas de aliviar a dor para poder ajudá-la a passar por este momento.
  5. Se imponha: caso você perceba que a equipe não está agindo de forma positiva, como por exemplo, falando que a gestante deverá aguentar a dor, que ela pare de gritar ou coisas assim, peça para que elas saiam do ambiente ou então diga que aquele tipo de coisa não pode ser feito. Mostre que você tem conhecimento que é uma violência verbal e que você não permitirá que aconteça isso. Se perceber que a gestante está sofrendo alguma violência obstétrica (por isso é tão importante estar informado) não exite em dizer que não dá autorização para aquilo e que parem imediatamente.
  6. Dê força: as palavras tem poder, então fale em alguns momentos o quanto ela está sendo forte, como está linda e principalmente como está dando tudo certo e logo vocês terão o bebê no colo.
  7. Faça massagem: se uma doula estiver presente, provavelmente ela fará isso para ajudar no alívio da dor, mas você pode pedir para ela te mostrar como fazer e fazer também. Não há nada melhor para a gestante do que perceber que não é só ela que está ali de corpo e alma no momento mais importante de sua vida.
  8. Faça o que ela disser: quando a gestante pedir algo, por mais inusitado que seja, não discuta, faça o que ela está pedindo. Muitas vezes pode parecer loucura na hora, mas depois você entenderá o motivo dela ter pedido aquilo.
  9. Aproveite: não deixe de aproveitar cada parte do trabalho de parto e parto. É uma chance única de vivenciar verdadeiramente tudo aquilo e com certeza você vai se lembrar daquele dia para o resto da vida.

O pai também faz parte de todo o processo de nascimento e por isso é muito importante que você entre de cabeça junto com a mãe!

Beijos,