Decreto proíbe propaganda de mamadeiras, chupetas e afins

09 de nov de 2015

No dia 3 de novembro de 2015, a presidente Dilma Roussef assinou um decreto onde proíbe qualquer tipo de propaganda de leite artificial, fórmula, mamadeiras, chupetas, farináceos e papinhas em qualquer tipo de publicidade. A intenção é que desta forma reduza o uso destes produtos durante a amamentação e incentive as mulheres a amamentarem por mais tempo.

Nele também foi regulamentando como a comercialização destes produtos deve ser feito e veta doações, promoções ou exposições especiais nos mercados. Nas embalagens será obrigatório que contenha a idade indicada para consumo, assim como que ele poderá trazer prejuízo para a amamentação.

Se você se interessou pelo assunto, assista o vídeo, saiba mais e também a minha opinião a respeito!

Beijos,