Viajando de avião com bebês

31 de mar de 2012

Depois do pedido de um leitor para escrever sobre como viajar com bebês de avião. Pedi para minha amiga Nathi – que tem experiência no assunto – escrever um pocuo sobre como foi umas das viagens que ela fez com sua pequena.

Viajando de avião com bebês

Olha minha gente,viajar de avião com bebê não é nada fácil, viu?  Fiz a primeira viagem com minha filha, quando ela tinha 2 meses e meio,e pense na viagem .No total foram quase 14hrs de vôo,entre Manaus/São Paulo/Nova Iorque.Estávamos indo de mudança para o exterior,então a bagagem era grande! Caixas e mais caixas! Fora isso,umas 4 malas,despachamos tudo!  Ah,mas calma aí! Ainda tinha a bagagem de mão! Minha bolsa, a mochila do marido e as 2 bolsas da bebê. Isso mesmo,2 bolsas!  Levei muita coisa e usei a maioria! hehehehe

Dos itens mais importantes,eu destaco: Fraldas de pano, roupas extras, fraldas descartáveis, remédio para dor e muitos brinquedinhos para distrair o bebê.Esses são os que mais usei, porém sempre é bom lembrar  de todos! Durante o vôo de Manaus para São Paulo, ela foi o tempo inteiro dormindo, só acordou para mamar e pronto.Mas falando da viagem mais longa até Nova Iorque, ihhh essa foi  super cansativa. Entramos no avião e ela estava dormindo, mas foi só levantar vôo que acordou e sabe que horas foi dormir? Faltando 1 hora para aterrissarmos. Eu já estava de olho fundo, meu marido ainda conseguiu dar uns cochilos. Ela chorou muito com cólica,depois que dei o remédio melhorou, mas se sentia desconfortável. Durante as lentas horas dentro da aeronave, eu tentava diverti-la  com os brinquedos, o dvd musical no notebook e fazendo gracinhas.

Ah,mas aí vem a pior parte. Amamentar dentro de um avião. Primeiro porque já é desconfortável e segundo que é muita gente ao redor, no meu caso teve o agravante da forte turbulência que fez com que Isabelle vomitasse tudo. Tivemos que levantar, ir ao banheiro para lavá-la e trocá-la. Uma coisa importante: É muito interessante levar uma troca de roupa para os papais, pois eu e meu marido ficamos todos sujos! Depois dessa aventura a bordo, ela finalmente dormiu e chegamos ao nosso destino! rs

Bom, essa foi minha primeira viagem de avião com minha filha, mas hoje ela já tem 8 meses e viajar com bebê dessa idade é bem melhor. Eles ficam mais tranquilos e observando tudo ao redor.

O que levar na viagem:

Roupas para o bebê: 4 mudas(usei 3!)

Roupas para os pais: 1 troca

Fraldas de pano(de boca): 6

Fraldas descartáveis: 1 pacote com 24

Chupeta: 2

Mamadeira: 2

Brinquedos: uns 5 diferentes, dependendo da idade do bebê.

Kit de higiene: completo,incluindo lenços umedecidos, pomadas, talco, óleos, hidratantes, remédios, etc.

A Renata Vidal deixou mais algumas dicas nos comentários que considero importante:

– Chegar cedo no check in pra garantir a fileira da frente e solicitar o berço. Além da fileira ser mais espaçosa, o bercinho ajuda bastante. Malu dormiu por horas seguidas.

– Não despachar o carrinho, você pode entregá-lo na porta do avião. Já ouvi dizer que algumas companhias disponibilizam carrinhos, não sei como é isso. Como a gente ficou muitas horas no aeroporto, ter o carrinho com a gente foi fundamental.

– Se gostar de usar sling, acho que quebra um galho levar. Quando você chega ao seu destino vc vai pegar o carrinho lá nas esteiras. O sling me ajudou a ter as mãos livres para as “tralhas” de mão. rs

– Sugiro levar uma boa manta, alguns vôos são gelados (como no nosso caso).

– É importante colocar o bebê pra sugar – peito, mamadeira ou chupeta – na decolagem e na aterrissagem para evitar dor de ouvido.

– Se possível, viajar a noite. É mais fácil para os pequenos pegarem no sono!

Quem tiver mais alguma dica, é só deixar nos comentários 🙂

Beijos