É preciso sempre fazer o melhor por nossos filhos?

17 de abr de 2017

Esses dias eu tenho lido muito sobre como devemos educar nossos filhos. O que podemos ou não fazer, como devemos agir. É muito importante ter conhecimento, porque tem coisas que são extremamente nocivas e farão com que nossos filhos cresçam com traumas por toda a vida. Como por exemplo, só criticarmos o que fazem de errado e nunca elogiarmos o que estão fazendo de certo. Se olharmos só para os comportamentos ruins, estaremos criando pessoas com baixa autoestima e aversivas as críticas, o que fará com que não tenham coragem de seguir seus caminhos por medo de serem criticados e por acreditarem que não são bons o suficiente em nada.

Por outro lado, é humanamente impossível fazermos tudo exatamente como deveríamos o tempo todo. A gente vai se estressar, terão momentos em que a gente vai querer fazer o que é mais fácil em vez do que é melhor e diversas vezes as coisas não vão sair como pensamos e a paciência vai parecer não existir!

O que fazer então? O melhor é ter conhecimento para poder pensar em como agir, mas ter a tranquilidade de saber que tudo bem “sair da linha” de vez em quando. É preciso equilibrar o que é certo com o que é mais fácil. É preciso também ponderar em qual situação fazer o mais fácil – às vezes – não acarretará danos futuros aos nossos filhos.

Acredito que todas concordamos que estamos sempre tentando fazer o que for melhor, né? Mas lá dentro, a gente sabe que muitas vezes vamos pelo lado do mais fácil.

Eu mesma deixei de ensinar a Mariah a dormir sozinha, porque sempre foi mais fácil ficar com ela até que pegasse no sono. Eu pensava no trabalho que seria tirá-la desse costume e não queria nem começar. Até que em um determinado momento eu cansei dessa rotina e decidi mudar. E cá estamos nós, 20 dias após ela começar a dormir sozinha. Ela ainda se queixa de vez em quando e “bate o pé” falando que não quer ir dormir sozinha, mas acaba indo e adormecendo.

Ter tomado coragem para começar e fazer o que era melhor, trouxe diversos benefícios não só para ela, mas também para toda a família.

Fazer o melhor vale a pena, mas muitas vezes precisamos nos sentir preparadas para encará-los.

Beijos,