Enquanto isso, em 2026…

28 de jan de 2012

Como o tempo tem voado, decidi que hoje vou aterrizar em 2026! Isso mesmo, 2026, quando Vítor terá 15 anos!

Nessa época ele estará na auge da adolescência e eu espero também estar aqui, no auge da vida de mãe. Em um programa que asssiti, o pediatra disse uma frase que adorei: “Quando nossos filhos são bebês, nós sentimos vontade de comê-los de tão gostosos, quando se tornam adolescentes, nos arrependemos de não termos comido quando eram pequenos.”

Esta frase me fez pensar em como eu acho que as coisas serão, em como eu imagino o Vítor grande, se ele dará muito trabalho e tudo mais.

Sempre que eu penso nele adolescente me vem a seguinte cena na cabeça: eu na cozinha, preparando alguma comida – detalhe para o fato de que sou péssima cozinheira – ele vem, me abraça, me dá um beijo e fala que está de saída. Não sei porque imagino isso, mas o sentimento que sinto é de cumplicidade e muita amizade entre nós. Com isso, eu penso que ele será uma pessoa tranquila e muito carinhosa.

Ainda não consegui imaginar ele me dando trabalho, sendo alguém revoltado e com problemas sérios, como uso de drogas e coisas assim. Eu realmente espero não ter que passar por isso quando ele crescer.

Sobre qual profissão ele vai seguir, também não sei, na verdade não importa muito, contanto que ele queira estudar e fazer uma faculdade. Pode ser que daqui 15 anos isso não seja mais tão importante, que haja outras formas de estudo e trabalho, mas no momento é isso que eu desejo, que ele queira cursar uma faculdade.

Eu também desejo que ele saiba lidar com as mulheres. Vou tentar ensinar a ele como o respeito é importante e vou preferir não saber quando ele estiver na fase da farra. Não consigo imaginar ele namorando (ele é só da mamãe por enquanto, tá?)!

Por enquanto é assim que imagino como será meu filho. Quis deixar registrado para um dia poder ler e comparar com o jeito dele. Claro que desejo muito mais coisas para o futuro dele, mas o importante é ele cerscer sabendo o que é respeitar o próximo e o quanto estudar é importante.

Vocês já se viram imaginando como seus pequenos serão?

Beijos