Faltam 10 dias!

07 de out de 2012

Um ano atrás, nesse mesmo dia, estava eu escrevendo sobre faltar 10 dias para o nascimento do Vítor, o que mudaria minha vida para sempre. Aliás, era só isso que eu sabia: que tudo mudaria. Mas tudo o que?

Eu não fazia a menor ideia de como meus dias seriam, de qual forma meu filho me afetaria, como eu o amaria, as coisas que eu passaria a gostar por conta dele e em como meus pensamentos seriam só dele. Isso me deixava muito ansiosa!

Hoje, faltando 10 dias para ele completar 1 ano, paro e penso em tudo que passamos neste ano. Noites em claro, desespero inicial, vontade de sumir, de chorar, de viver. Engraçado que nunca tinha sentido tanta vontade de viver. Agora sempre penso em como devo me cuidar para poder ver meu pequeno crescer, se desenvolver. Poder ver cada conquista sua  e vibrar com os detalhes, é, porque descobri que os detalhes são os mais importantes.

Fico lembrando – com uma certa saudade –  a dificuldade dos primeiros meses. Por mais que o bebê durma bastante, quase não interaja e pareça ser mais fácil do que correr atrás de uma criança, eu continuo achando que são os meses mais difíceis. Isso porque nós estamos nos adaptando a uma nova fase, totalmente diferente e não é só nosso psicológico não, nosso corpo também precisa se adaptar a essa nova etapa e por isso ela se torna tão difícil.

Claro que cansa ter um bebê engatinhando por tudo, pondo tudo na boca, querendo pegar coisas que não podem e subir escadas, mas a gente já passou pela maior fase de transição e agora nosso corpo e psicológico já estão acostumados a isso. Se Vítor nascesse hoje, com meu corpo adaptado, com certeza eu teria curtido muito mais os primeiros meses, mas não vou pensar nisso, pois tudo é aprendizagem.

Dez dias para meu amor completar seu primeiro ano de vida! O ano de maior mudanças, crescimento, desenvolvimento! Não vejo a hora de poder comemorar esse presente que chegou completando meus dias  – com muito cansaço, sim – mas com muito amor e alegria!

Beijos,