Hipnoterapia na gestação

18 de ago de 2013

O que é a Hipnose?

A Hipnose, hoje em bastante evidência, é uma técnica que aplicada como ferramenta já é utilizada desde a antiguidade e ganhou um caráter mais científico no século XIX e XX. É definida como um “Estado Alterado de Consciência” – algo que acontece de forma natural com todas as pessoas e pode dar acesso ao inconsciente e a funções orgânicas, sensoriais e cognitivas. Tem sido um recurso valioso e cada vez mais aceito, indicado e realizado por profissionais de saúde, principalmente na Medicina, Odontologia e Psicologia.

E a Hipnose que aparece nas novelas e nos filmes?

A ideia cinematográfica de controle mental vista em filmes e novelas já caiu por terra, e a Hipnose científica como terapia tem ganhado a preferência nos consultórios devido à sua eficácia em períodos relativamente breves de tratamento. Toda Hipnose é uma Auto-Hipnose, e a partir da colaboração do paciente que ela acontece. Sua utilização é diversa e pode ser vista no esporte, na preparação para provas e concursos, no controle de doenças imunológicas, alergias e no tratamento de ansiedade, medos, fobias, durante os problemas da gravidez, preparação para o parto, síndrome do pânico e transtornos mentais.

A Hipnose pode ser usada na gravidez?

Sim. Durante a gravidez, ela não tem contraindicações, e melhora muito a qualidade de vida do bebê e da gestante. Indicada pela OMS (Organização Mundial da Saúde) como prática complementar, a Hipnose tem encontrado principalmente na Europa, e agora no Brasil, cada vez mais campo durante o processo de gestação, parto e puerpério. Na Inglaterra e na Austrália vários estudos são conduzidos com o apoio das redes públicas de saúde para observar melhor como a Hipnose funciona e a sua eficácia neste período da vida da mulher. E recentemente até mesmo a família real já utilizou a hipnoterapia durante a gravidez de Kate Middleton.

Como é que a Hipnose funciona no consultório?

Nada de luzes engraçadas que piscam, pêndulos ou fios. No consultório normalmente há uma poltrona reclinada, um ambiente tranquilo e, no máximo, uma música instrumental em volume baixo. A Hipnose é alcançada trabalhando-se com um relaxamento bem profundo, no qual o paciente permanece acordado, ouvindo tudo, mas em um estado tão agradável que é possível acessar diretamente o inconsciente, podendo trabalhar cada aspecto desejado ou necessário. A linguagem é utilizada de forma positiva, com o hipnoterapeuta conduzindo o paciente durante esta experiência, para alcançar os resultados desejados. O paciente lembra-se perfeitamente de tudo o que foi dito, e a mente inconsciente trabalha as transformações ou efeitos corporais desejados.

Quais as vantagens que pode trazer na gravidez?

1) Diminuir o ganho excessivo de peso

As alterações hormonais que acontecem na gravidez também alteram muito o apetite. Sem contar que muitas grávidas descontam na comida todo o sentimento de nervosismo, estresse ou ansiedade de períodos difíceis. A Hipnose atua diminuindo bastante a ansiedade que pode levar a comer bastante. Aumenta a motivação e a disciplina, melhorando o paladar e reprogramando hábitos e comportamentos de alimentação. Como a Hipnose trabalha diretamente o inconsciente, consegue dar o apoio para  propiciar uma alimentação mais saudável e controlar o ganho de peso ideal. É um suporte excelente para reeducação alimentar durante a gravidez e para processos de emagrecimento ou de deixar consumo excessivo de refrigerantes ou doces – e até mesmo diminuir os impulsos estranhos por alguns alimentos que vem na hora errada.

2) Diminuir as dores durante a gestação e o parto

A Hipnose faz um excelente trabalho com o controle de dores, sejam essas dores recentes ou antigas (crônicas). Depois de investigar e tratar as causas orgânicas, ela dá um suporte para controlar e diminuir muito as dores que surgem durante a gestação de forma natural. É possível deixa-las com uma intensidade muito pequena e até diminuir a dose ou retirar a necessidade de medicamentos analgésicos ou anestésicos. A Hipnose, assim como a Auto-Hipnose, trabalham a percepção da dor que chega ao cérebro e podem ser utilizadas também durante o momento do parto para relaxar a musculatura e auxiliar na anestesia. Em um estudo na Inglaterra (2001), nenhuma das mulheres que usou Hipnose precisou de cirurgia e 55% delas não precisaram de nenhuma medicação para dor durante o parto.

3) Trabalhar medos, fobias e fantasias durante a gravidez

Muito do que se passa durante a gravidez está ligado diretamente com a ideia que se faz desse período. Muitas das crenças, mitos e fantasias persistem por várias gerações e fazem com que a gestante passe por medos que são infundados. Quem nunca ficou preocupada por causa de algo que a avó ou a vizinha falaram, ou de alguma história que leu? A Hipnose consegue trabalhar esses pensamentos, apagando e ressignificando tudo o que se manifesta em forma de medos e fobias, deixando o cérebro mais focado e tranquilo. Na hipnoterapia é possível criar expectativas positivas e diminuir bastante a ansiedade e o nervosismo que acompanham a gravidez e a ideia do parto.

4) Insônia

Em algumas grávidas a qualidade e a quantidade do sono podem piorar durante a gravidez. As mudanças no corpo da mulher, e nos seus hormônios podem deixar o sono muito leve ou agitado. A Hipnose trabalha o relaxamento profundo, levando a um sono cada vez mais tranquilo. É uma excelente aliada contra a insônia, a partir do momento em que o paciente aprende a ficar tranquilo e relaxado instantaneamente. Ajudar a dormir é algo que a Hipnose faz muito bem, desde que foi criada.

5) Controle de vômitos (Hiperêmese Gravídica)

Aproximadamente uma em cada 500 gestantes sofre com vômitos principalmente o início da gravidez. De forma a melhorar o sistema gastrointestinal, a Hipnose tem sido utilizada para controlar as náuseas e os vômitos e os pensamentos negativos associados à alimentação durante a gravidez (e também para efeitos adversos de tratamentos como o da quimioterapia no câncer). Recentemente, na Inglaterra, Kate Middleton esteve sob tratamento de hipnoterapia para melhorar os vômitos severos que tinha durante a gravidez.

6) Diminuição e tratamento da Depressão Pós-Parto

A utilização da Hipnose e da Auto-Hipnose tem se mostrado muito eficiente para melhorar a qualidade de vida, diminuir o número de complicações e ter um bebê mais saudável. Em um estudo de 2001, o psicólogo Paul Schauble comprovou que além disso houve melhora na pressão arterial, nos níveis de estresse, no controle do humor e diminuição da depressão pós-parto. Neste caso, o trabalho é focado em aumentar a confiança e a auto-estima da futura mamãe, e estreitar o seu relacionamento com o bebê, de forma centrada e tranquila.

Finalmente, é muito importante lembrar que como é uma ferramenta, a Hipnose depende muito da habilidade do profissional de saúde que vai utiliza-la. Vários tipos de tratamento ou terapias podem utilizar a Hipnose. Tenha certeza de que está procurando um profissional de saúde competente e ético. Aproveite para ler e pesquisar mais sobre o assunto e… relaxe.

Artigo escrito por: Dr Lucas Menezes Oliveira – CRM-MG 44.333

Diretor Clínico do Instituto de Hipniatria do Triângulo Mineiro.

Fez Hipnose Ericksoniana Avançada pela American Society of Clinical Hypnosis.

É Practitioner e Master em Programação Neurolinguística – formação na Inglaterra com Richard Bandler (co-criador da PNL).

Importante: Segundo o Conselho Regional de Medicina (CRM), a informação médica via Internet pode complementar, mas nunca substituir a relação pessoal entre o paciente e o médico. Pelas suas limitações, não deve ser instrumento para consultas médicas, diagnóstico clínico, prescrição de medicamentos ou tratamento de doenças e problemas de saúde.

Beijos,