Os benefícios da música para bebês e crianças

03 de ago de 2016

Você já percebeu que grande parte dos brinquedos educativos para bebês e crianças pequenas, emitem sons, fazem barulhos e ou tem música?!
Por que será?
“Quando a criança tem contato com a música, seja ouvindo ou interagindo mais ativamente com esse universo, ela pode desenvolver algumas características próprias com mais facilidade, como fala, dicção e coordenação motora, entre outras” afirma o psicólogo, terapeuta e professor da Faculdade Santa Marcelina, Brenno Rosostolato.
Ainda assim, essa relação não é estabelecida apenas com os brinquedos, para as crianças maiores, aulas de música e instrumentais são ótimas opções. Cristina Soares, Diretora da escola de Música e Idiomas em Domicílio, afirma que é comprovado cientificamente que crianças que tocam um instrumento ou possuem algum aprendizado nesse segmento antes dos 5 anos apresentam a área frontal do cérebro (que mexe com o conhecimento lógico e abstrato) mais desenvolvida.

Durante um estudo, o psicólogo da Universidade de Toronto, no Canadá, Glenn Schellenberg, avaliou o QI (quociente intelectual) de crianças de 6 anos antes e depois de aulas de música. Os resultados são surpreendentes, a média de QI dos alunos de teclado cresceu de 102,6 para 108,7, enquanto o índice dos que fizeram aulas de canto aumentou de 103,8 para 111,4.
“As aulas de música talvez sejam mais estimulantes para o intelecto do que outros aprendizados porque são extremamente agradáveis”, afirma Glenn Schellenberg.

Benefícios da música para crianças

  • Coordenação motora

Crianças que praticam dança ou aulas de instrumentos desenvolve coordenação motora. Segundo especialistas, o simples ato de segurar um instrumento já ajuda a desenvolver a motricidade fina (capacidade que permite usar os pequenos músculos do corpo) e a motricidade grossa (utilização de músculos grandes do corpo, como o movimento de braços e pernas).

  • Facilita o processo de alfabetização

Uma pesquisa realizada com crianças entre 6 e 9 anos, na Universidade de Northwestern, nos Estados Unidos, pela neurocientista Nina Krausfinalizada, constatou que o contato com a música permite, entre outras habilidades, o desenvolvimento da memória, alguns elementos presentes na música como timbre, tempo e tom, foram importantes para que as crianças desenvolvessem a memória mais rápido que outras.

  • Matemática

Cristina Soares afirma: “A música é uma constante contagem de tempo e trabalha o raciocínio lógico, habilidade muito utilizada no ensino da matemática e um dos principais exercícios musicais é o aprendizado das escalas, para isso, o aluno precisa saber diferenciar um tom de um semitom, uma oitava de uma corda solta, o que é pura matemática”.

  • Contato com culturas diferentes

A música está presente no mundo todo, em suas diferentes formas e o simples contato com ela pode se revelar um ótimo intercâmbio cultural, rompendo possíveis preconceitos e criando empatia por povos diferentes.

Enfim, a música é multilateral e possui vários benefícios não só as crianças! Para alguns é fonte de alegria, para outros paz e harmonia, alguns relaxam e na maioria das vezes o ditado é válido, pois “quem canta, seus males espanta”!

Beijos,