Os cuidados com a nova mamãe

15 de ago de 2013

Quem aí foi esquecida depois que o filho nasceu levanta a mão! \o/

Todo mundo me falava isso, que eu deveria aproveitar bastante a gestação, porque depois, só quem teria atenção era o bebê, mas eu não dei bola, achei que não era bem assim. Engano meu. Depois que o Vítor nasceu, eu quase não existo mais. Exageros à parte, todo mundo me liga para perguntar dele, raramente alguém pergunta como eu estou, a não ser que eu esteja – muito – doente.

Como ele já está com 1 ano e quase 10 meses, já me acostumei com essa situação secundária, mas a verdade é que no começo, lidar com isso é bem difícil.

Primeiro porque vem uma enxurrada de hormônios que fazem com que fiquemos extremamente sensíveis. Aí tem a recuperação pós-parto, a adaptação à nova vida, as noites sem dormir. Depois porque estávamos tão acostumadas com os paparicos da gestação e com o centro das atenções voltado para nós. Nunca me esqueço dos sorrisos e da simpatia dos desconhecidos na rua quando eu passeava com meu barrigão por aí. Era delicioso ter tanta educação e cuidados ao meu redor.

cuidados com a nova mamãeAí o nenê nasce e paramos de existir. Todo mundo está focado naquele novo serzinho que chegou! Claro que ficamos felizes com isso, mas precisamos de atenção sim. Mais de 50% das mulheres tem algum sintoma de depressão pós-parto assim que o filho nasce e isso pode se agravar se ela se sentir excluída,  sem ter ninguém para desabafar.

É importante o apoio do marido, da família e dos amigos. Coisas simples como alguém perguntar como você está, como tem se sentido com tantas mudanças, podem gerar uma diferença enorme em como a nova mamãe vai lidar com a maternidade neste início.

Me lembro que eu só queria dormir. Não queria visitas, não queria comer, não queria nem bem ver o Vítor, só queria mesmo dormir! E eu chorava muito, me sentia sozinha, perdida. Minha família, marido e amigos estavam sempre por perto, mas parecia que ninguém percebia o que eu estava passando. Não foi fácil, mas ainda bem que passou logo.

Por isso que é tão importante ter com quem contar e também que a mãe fale para alguém o que está sentindo. Se não se sente à vontade com ninguém, fale para o médico, ele também poderá te ajudar. A nova mãe precisa de cuidados sim, tanto quanto o bebê. A diferença é que o cuidado não é somente físico, mas também emocional.

Beijos,