Os pés dos bebês

24 de jul de 2011

Essa semana fui na podóloga dar um trato no meu pé e conversando com ela sobre o blog (adoro contar que escrevo sobre gestação), ela me deu uma dica muito interessante, que eu não fazia nem ideia que poderia acontecer.

 

Seu nome é Isaura, ela atende na cidade de Bauru/SP (telefones para contato: (14) 3011-0938/97023517) e falou para evitar de colocar calças com pés nos bebês, pois eles crescem muito rapidamente e às vezes a mãe coloca uma calça – sem perceber – que já não dá total mobilidade para a criança, fazendo com que ela aperte os pezinhos na ponta. Isso, além de prejudicar o desenvolvimento motor, pode causar unhas encravadas. Vocês sabiam disso? Não imagina que bebês também pudessem ter este tipo de problema.

Ela disse que já atendeu vários casos assim e geralmente a mãe demora muito para perceber. A criança chora e chora, a mãe olha tudo, tenta de tudo, mas dificilmente olha para as pequenas unhas do seu bebê, aí quando vai ao pediatra, ela percebe que na verdade, o que está incomodando são as unhas encravadas.

O conselho que Isaura dá é para usar calças sem pés e com meias e sapatinhos do tipo pantufas, assim o bebê continuará aquecido, mas terá total movimentação das pernas. E também sugeriu que quando o nenê estiver chorando muito, depois de olhar todo o corpo dele e não encontrar nada que justifique o choro, apertar levemente as unhas dos pés e observar se a criança tem alguma reação de dor, como puxar os pés para trás. Caso perceba que são as unhas, levá-lo a um podólogo, preferencialmente que seja especializado em pés infantis. Não tente você mesma cortar as unhas, pois poderá piorar o problema.

Alguma mamãe já passou por isso com seu/sua pequeno(a)?

Beijos