Parto Orgásmico, já ouviu falar?

25 de jul de 2016

Ao invés de dor, prazer, é isso produção?!

Segundo o ginecologista e obstetra Braulio Zorzella, do Bem Gerar (espaço que acompanha as mulheres durante a gestação), o parto orgásmico é aquele em que a mulher está tão segura em relação aos seus anseios e medos, que consegue se soltar, relaxar e transformar a dor do momento em prazer.

Para ocorrer um parto orgásmico, a grávida não pode encarar a dor do parto como sofrimento. “O orgasmo começa na cabeça, como se diz na psicologia, é a mesma coisa nesse caso”, compara Cátia Chuba, ginecologista e obstetra.
Cátia ainda completa dizendo, que é mais fácil que isso aconteça com mulheres que são acompanhadas por obstetras e profissionais que tenham essa mesma visão e que a tranquilizem e ajudem-na a desassociar o parto normal de sofrimento.

Design by Freepik

Design by Freepik

Parto Orgásmico

Como acontece?

Quando o bebê está saindo do corpo de sua mãe, os hormônios ocitocinas (essa é a mesma substância liberada durante um orgasmo), circulam em grandes quantidades na corrente sanguínea da mãe e seu bebê. A ação desse hormônio é justamente gerar uma sensação de prazer, relaxando mãe e filhos e as terminações nervosas estimuladas durante o parto são as mesmas comprimidas durante a relação sexual e responsáveis pelo orgasmo.

Sobre ser igual ao orgasmo durante o sexo a resposta é não, a ginecologista e obstetra afirma que ele é tão bom quanto, porém diferente, já que os hormônios são os mesmos e tem muita estimulação vaginal.

Ficou interessada e quer saber o que fazer pra ter um parto orgásmico?

Segundo Braulio Zorzella, “Não existe uma preparação específica par ter o orgasmo durante o parto, ele pode surgir como consequência de um parto natural”.

Então busque estar fisicamente e emocionalmente equilibrada, na hora do parto é essencial estar em um ambiente que a deixe relaxada e confortável para o orgasmo acontecer.