Pensando no segundo filho

30 de jan de 2013

Desde o fim do ano passado que este é um dos principais objetivos para 2013. Comentei um pouco sobre a gestação de 12 meses aqui e falei sobre meus planos para engravidar. Não sei dizer porque, mas a vontade de ser mãe novamente vem enchendo meu coração de uns tempos para cá.

Quando decidi que queria mesmo ter mais um, várias coisas passaram pela minha cabeça, principalmente porque eu adoro planejar tudo e ter um filho não é uma decisão que se pode ter da noite pro noite, pelo menos não para mim.

Eu listei algumas coisas que precisei pensar, pesar e decidir antes de engravidar. Isso me ajudou muito e talvez auxilie vocês também:

 – Condição financeira: conseguirei dar aporte financeiro para 2 filhos? Eles terão conforto e qualidade de vida com a renda que eu tenho?

– Relação marido/mulher: como anda minha relação? O que eu posso fazer para melhorá-la antes de engravidar? O próximo filho poderá abalar de forma bruta o relacionamento?

– Independência do Vítor: ele já terá saído das fraldas quando o próximo nascer? Comerá sozinho? Saberá pedir quando sentir sede, fome?

– Estrutura física: qual será o quarto do bebê? Terá quarto separado para ambos?  Como será?

– Parte psicológica: estou preparada para outro bebê? Terei condições de passar por mais um período de adaptação? Darei conta de cuidar de 2?

Me fiz todas estas perguntas algumas milhares de vezes e em certos momentos coloquei as respostas no papel. Assim pude visualizar bem a situação real e decidir de forma sensata sobre a chegada do próximo bebê.

Apesar de ter me preparando, Vítor chegou meio que de supetão e não quero que seja assim com o próximo. Quero tudo bem organizado para que minha ansiedade não ultrapasse o limite da tranquilidade.

Como foi que vocês decidiram que era hora do segundo filho chegar?

Beijos,