Primeiro dia de aula

01 de ago de 2013

1 de agosto! Finalmente chegou o dia do Vítor ir para a escola. Dia esse que esperei com ansiedade e medo. Fiquei muito ansiosa de como seria, se ele ia gostar, se eu ia conseguir organizar minhas coisas e tirar essas horas para trabalhar e ter tempo para mim.

Medo dele não se adaptar, de não gostar, de só chorar. Que mãe não tem? Muita gente, quando eu contei que ele ia pra escola, me falou que tinha dó dele “tadinho, Mah!”. Sinceramente, tadinho mesmo é ele ficar em casa só comigo o dia inteiro. É ele querer e precisar de interação social e não ter. É irmos visitar uma escola e os olhinhos dele brilharem e ele chorar na hora de ir embora. É privá-lo de tantos benefícios que a escola traz.

primeiro dia de aulaAlgumas pessoas sabem que eu sou nova na cidade, então não tenho um grupo de amigas com filhos para cada dia poder marcar com uma e encher os dias do Vítor de relações bacanas e passeios legais. Claro que eu optei a sair com ele quase toda tarde, fazer coisas diferentes, mas sempre só nós dois. Vez em quando dava certo de alguém ir junto ou conhecer alguém na pracinha ou clube, mas bem diferente do contato diário que se tem em uma escola.

Desculpem o desabafo, mas às vezes parecia que o fato de colocá-lo na escola com quase 2 anos seria como um castigo para ele. Claro que eu pensei no meu trabalho e na necessidade de ter esse tempo, mas com certeza o que me fez optar pela escola foi observar o comportamento dele. Ver o quanto ele pede por interação, o quanto ter amiguinhos faz diferença.

Estou torcendo para que ele se adapte da melhor forma possível a esta nova rotina. Que ele goste de ir para a escola e que ela só traga coisas boas para sua vida. Minha expectativa é de que ele aprenda coisas como dividir brinquedos, emprestar, comer alimentos diferentes (pois olhando outras crianças comendo, acaba que eles sentem vontade de provar, né?) e que ele aprenda muito com esse tempo que passará na escola.

E as manhãs, todas elas, continuarão a serem nossas! Vamos continuar com nossos passeios ao clube, à casa de amigas. Vamos continuar tendo tempo para desenhar com giz de cera, pintar com tinta e fazer diversas coisas bacanas. Nossa interação não vai mudar nem parar, mas com certeza irá se intensificar ainda mais!

Beijos,