Projeto Ninar

19 de nov de 2015

Não sei vocês, mas tem coisas que eu faço e prefiro que as pessoas não saibam, não por nada, mas acho que não tem necessidade, sabe? E foi assim que começou esta história.

Eu sempre tive vontade de fazer algum trabalho voluntário. O tempo é o que tem sido mais escasso na minha vida depois dos filhos, então percebi que doar parte dele ajudando alguém seria uma ótima maneira de fazer algo realmente com o coração (tudo bem que o blog eu também faço com amor, mas queria algo mais concreto!). Eu ainda não sabia o que fazer e também quando encontrava algo parecia que não era bem aquilo.

Foi até que um dia, indo em uma igreja próxima de casa que descobri que tinha um clube de mães ali. A secretária não me explicou muito como funcionava e me pediu para voltar no dia que elas estariam por lá. Fiquei ansiosa e quando o dia chegou fui saber como funcionava. Não era bem um clube de mães e sim um projeto, o Ninar, que confeccionava enxovais para gestantes carentes da cidade. Nem preciso dizer que me identifiquei na hora, né?

Conversando com a coordenadora, ela me contou que ele já funcionava há 13 anos e que eram em 10 senhoras, costureiras, que com doações, fazem, em média, 30 enxovais por mês. Nesses enxovais elas colocam o básico para um bebê recém-nascido e para que eles chegassem a quem realmente precisasse, elas tem parceria com assistentes sociais de postos de saúde de alguns bairros bem carentes da cidade. Estes profissionais, que sempre visitam as gestantes em casa, selecionam as 30 mais carentes por mês, passam a lista para o Projeto Ninar e elas, de forma gratuita, confeccionam os enxovais. Estas gestantes precisam estar cadastradas no pré-natal dos postos de saúde dos seus bairros.

 

projetoninar

Assim que nossa conversa terminou, fiquei tão maravilhada que disse que queria fazer parte e ajudar de alguma forma, mas que não sabia costurar. Ela disse que trabalho não faltava e toda ajuda era bem vinda. Eu comecei a ajudar em coisas bem básicas como descosturar retalhos, cortar e dobrar tecidos entres outras coisas. Quando os materiais estavam quase no fim e estava difícil de conseguirmos novos, tive uma ideia: por que não usar meu blog para arrecadar produtos para confecção dos enxovais? Talvez esta seria a forma de eu realmente ajudar o projeto! Elas adoraram a ideia e comecei com um plano de ação para divulgar! Primeiro convidei uma amiga, a Fê Ribeiro, que é ilustradora (ela que desenhou meus elefantinhos!!), para desenhar a logomarca do projeto. Ela topou na hora e fez esta ilustração linda e cheia de amor! Depois pensei em como poderia divulgar e por isso que aqui estou eu contando para vocês um pouco do que é o Projeto Ninar. Espero que alguém também tenha gostado dele tanto quanto eu e que possa nos ajudar, seja como for!

imagem_pra divulgação_boca_certa

 

Se você se interessou e acredita que pode ajudar de alguma forma, mande um e-mail para projetoninarudi@gmail.com. Caso você faça parte de alguma empresa que trabalhe com produtos para recém nascidos, como tecidos, retalhos, aviamentos, fraldas ou qualquer coisa assim, ela poderá contribuir enviando materiais para: CX 1514 CEP 38408-975 Uberlândia/MG. Ficaremos eternamente gratas com a ajuda!!!

Curtam a página que criei no facebook e acompanhem o Projeto Ninar por lá!! Clique aqui! Vou sempre postar fotos do que recebemos, do que estamos fazendo e pedir autorização das gestantes para fotografar quando formos entregar alguns dos kits.

 

Para facilitar, vou colocar aqui a lista de coisas que precisamos para fazer os enxovais:

Aviamentos: linhas, botões, agulhas, fitas de cetim, lã, elásticos, etc.

Tecidos: flanelas, algodão, fraldas, malhas, etc.

Materiais de higiene: sabonete, shampoo, lenço umedecido, pomada de assaduras, fralda descartável e/ou de pano, banheira, etc.

Se você quer ajudar doando algo que já esteja pronto (pode ser novos ou usados em bom estado), esta é a lista dos produtos que vão nos kits:

– Roupinha tamanho P

– Sapatinho de lã

– Meia

– Cobertor

– Cueiro

– Pagãozinho e mijãozinho

– Toalha de banho de bebê

– Lençol de berço, cobre leito e fronha

– Materiais de higiene (nem sempre vão todos, pois tem vezes que não conseguimos ter tudo!)

– Fraldas de pano

– Babinha de boca

– Mantinha

– Luva

– Travesseiro

– Fraldas descartáveis tamanho P

– Cobertor de bebê

É isso, gente! À princípio eu não queria divulgar que faço este trabalho voluntário, mas quando vi aqui a chance de termos mais materiais para a confecção dos enxovais resolvi tentar!! Vamos juntos fazer uma corrente do bem para ajudar quem precisa, né?

Beijos,