As noites longas e os dias intermináveis

27 de mar de 2012

Assim que o Vítor nasceu, essa que era minha vida. Dias que pareciam nunca terminar e pior, quando acabavam, davam lugar a uma looonga noite de choros, mamas e sem tempo de dormir. Eu me sentia morta, acabada e só pensava “que horas afinal eu vou dormir? Será que um dia isso vai acabar?” Parecia algo sem fim!E o mal humor era meu fiel companheiro!

Como tudo na vida se adapta, meu corpo também se adaptou a essa nova condição. Devagarinho, todo aquele cansaço foi dando lugar a dias mais amenos, noites mais tranquilas.

Depois que ele entrou no ritmo e aprendeu o que é dia e noite, as coisas melhoraram muito, muito mesmo! Agora ele sabe que de dia tem que mamar e ficar acordado, brincar e que a noite, é hora de mamar e dormir. Algumas vezes, de madrugada, ele mama e acorda, mas eu o coloco no berço, escuto suas “conversas” e rapidinho ele está dormindo novamente.

Não que agora eu me sinta super descansada, mas me acostumei bem. E – viva! – agora o mal humor não me persegue mais e eu acordo animada com o dia que se inicia. Descobri também que quando eu acordo e ligo música, o dia fica mais leve!

Vítor também está adorando a ideia e passamos dias mais gostosos e agradáveis!

Eu continuo acordando de madrugada pra dar mamá, mas agora já vai no automático. Às vezes acordo de manhã e não tenho certeza se acordei ou não de madrugada, engraçado, né? Impressionante nossa adaptação a essa vida de mãe!

Se você está ainda no começo, no primeiro mês principalmente, não se desespere. Sei que não adianta falar e que a frase “Você vai sentir saudades!” parece algo totalmente irreal, já que “como vou sentir saudades de tanta canseira?”, mas sabe que eu sinto mesmo saudades do começo? Queria passar o início com o mesmo pique que tenho agora, acho que teria curtido muito mais meu pequeno.

Quem sabe no próximo… hehehe

ATUALIZANDO: agora com a Mariah é muito mais tranquilo, pois já estou acostumada com esse ritmo louco!

POST NOVO: O primeiro mês do bebê: minha experiência

Beijos