Sobre os nomes do bebês

29 de jul de 2012

Faz tempo que estava querendo escrever sobre a importância da escolha dos nomes dos bebês, mas não sabia como abordar. Então conheci a Loreta, do blog Bagagem de Mãe e sua história com seu nome(que eu sempre achei lindo e original), achei que seria o ideal para demonstrar como é importante pensarmos bem antes de escolher os nomes dos pequenos.

Pedi para que ela mesma contasse para vocês:

Acho que a escolha do nome do nosso filho é a primeira grande decisão que precisamos tomar por eles.

 

O nome sera carregado por toda a vida da criança, e há quem acredite em significados, pesos, numerologia e etc…

 

Eu não acredito nestas coisas mas, eu acredito muito em bullying!!

 

Veja bem, o meu nome, Loreta, hoje tudo bem, já me acostumei, chego até a pensar que ele é simpatico mas, na infancia…

 

Sofri muuuuito por causa do meu nome! Os coleguinhas da escola faziam todas as rimas possíveis e imagináveis com o meu nome, inclusive uma musiquinha bem feia com aquele palavrão horroroso e impronunciável que termina com “eta”, este mesmo que voce pensou aí!

 

Agora imagina a cena: uma mocinha com seus 12 anos, jogando volei no campeonato da escola e ouvindo a torcida cantar: Loreta, Loreta me dá sua….. Imaginou?? Péssimo, nénão??

 

É por estas e por outras que eu acredito muito que a escolha dos nomes é muito importante, sim!!

 

Tudo bem voce querer prestar uma homenagem para o seu bisavo, ou pra parteira da sua mãe mas, se o nome do vô for Vandercreisson e da parteira Rogelaine voce já parou pra pensar que talvez eles também não curtam estes nomes que tem??

 

Há também o caso dos Braúlios que sofreram muuuito bullying uma época aí, não é fácil!

 

O meu pai me deu este nome por causa da cidade de origem da família São Loreto, na Itália mas, e eu com isso??

 

A minha crise com meu nome era tão séria que quando as pessoas me perguntavam eu dizia que era Loreta Maria mas, que preferia ser chamada de Maria, sentiu o drama??

 

Depois de sofrer tanto na escola por causa disto eu aprendi a ver os lados positivos do meu nome: eu sempre sou a única Loreta dos lugares que frequento (escola, trabalho, amigos) e também é super fácil achar meu nome nas listas de concursos, vestibular e afins, eu nunca conheci nenhuma outra Loreta na minha vida, seria até interessante pra ver se é só comigo! rsrsrs

 

Para os meus filhos eu escolhi dois nomes que são mais difíceis de rimar: Pedro (quase impossivel) e Catarina, que depois de pensar muito encontrei rimas como: margarina, bailarina, e não achei tão ruim.

 

Eu sei que eu posso estar parecendo doida mas, juro que meu critério foi primeiro encontrar as rimas e depois procurar por significados e afins.

 

Então, para evitar que seu filho sofra este trauma e precise de terapia como eu na hora de escolher o nome do seu filho, pense com muuuuito carinho!! Rsrsrs 😉

 

Loreta Berezutchi

E vocês, já tinham pensado sobre isso?

Beijoss,