Vida de mãe: a melhor experiência de todas

15 de maio de 2015

Eu sempre gostei de me aventurar em coisas novas. Gostava de fazer trilhas, conhecer lugares diferentes, entrar em cavernas e saber o que tinha do outro lado da montanha. Eu cresci sendo muito curiosa para saber como as coisas funcionavam e queria (ok, quero até hoje!) saber todos os detalhes de como tudo tinha acontecido.

Sabe aquela coisa de alguém chegar e te falar:

– Nossa, você viu que teve um acidente ali na esquina?

– Mas o que houve? Como foi? Alguém se machucou? A polícia já chegou? Tá tudo bem?

Então, eu sempre fui assim! Na grande maioria das vezes me frustrava porque as pessoas não eram tão curiosas quanto eu e não sabiam metade das perguntas que eu fazia. Aí lá ia eu atrás dos acontecimentos.

Minha sede de saber era tão grande que eu devorava os livros na escola desde muito pequena e não perdia uma aula de ciências. Depois procurava mais informações sobre aquilo, porque eu queria saber, de fato como tudo funcionava.

Fui crescendo e continuando a pesquisar sobre as coisas que me chamavam atenção. E até outras que todo mundo achava chato (tipo ler várias vezes o código de trânsito!) eu fazia, porque queria saber exatamente o que eu poderia ou não fazer. Coisas do tipo, imagina a seguinte situação: você está no pare, um carro no sentido contrário, na mesma rua, também está no pare de frente para você. Vocês querem virar para o mesmo lado (você para sua esquerda e ele para a direita dele). Quem tem a preferência? (se não souberem, “bora” ler o código de trânsito! hehe).

p6

Para algumas pessoas eu sou completamente louca, para outras a gente super se identifica. Seja como for, passo a vida em busca de novas experiências, daquelas bem desafiadoras, que muita gente acha que quase ninguém vai conseguir.

Eis que um dia me tornei mãe. Alguém aí já ouviu dizer que ser mãe seria o maior desafio de sua vida? Nunca tinham me falado isso e conforme meus filhos foram crescendo eu fui percebendo que nada no mundo me desafiaria mais e me faria ultrapassar obstáculos tanto quanto ser mãe.

Nunca nenhuma experiência me fez querer saber tanto a respeito, me fez ler milhões de coisas e mesmo assim char que ainda não estou 100% preparada. E também nada me fez sentir tão realizada como a cada dia que chega ao fim.

Quando olho para os meus filhos tenho a sensação que agora sim embarquei na maior experiência de todas e que ela me trará a realização que sempre busquei nas outras coisas. Sei também que não terá um dia que pensarei que “pronto, acabou”, pois ser mãe é algo de todo dia e não uma missão onde enxergamos o fim.

Claro que continuo sempre em busca de novas aventuras, mas agora elas sempre vem juntas com a de ser mãe! E vocês, também se sentem assim?

Beijos,